23 de outubro de 2018

Iron Fight

O guia definitivo de como emagrecer com o HIIT

Como emagrecer com o HIIT? Qual a melhor maneira para emagrecer? Por muito tempo, a resposta que recebíamos para essa pergunta era simples: fazer mais exercícios e ingerir menos alimentos. Contudo, temos percebido que essa fórmula não é tão simples quanto parece.

Primeiramente, precisamos levar em consideração a questão da alimentação. Ela, sem sombra de dúvidas, influencia muito nos resultados que teremos na balança. É importantíssimo realizar refeições equilibradas e que contemplem todos os macro nutrientes essenciais para o nosso corpo funcionar bem, sem restrições exageradas.

Já no que diz respeito aos exercícios, alternativas é que não faltam. Na realidade, a maior queixa das pessoas é sobre o tempo cada vez mais escasso, o que faz com que muita gente acabe não encontrando espaço na agenda para longas sessões de atividades.

Mas e se eu lhe disser que tem como emagrecer com o HIIT e isso demanda de poucos minutos por dia? Esse é o tema do post de hoje!

Guia de como emagrecer com o HIIT: descubra o que é esse treino

A sigla HIIT é referente ao termo High Intensity Interval Training, que significa treinamento intervalado de alta intensidade. O método reúne uma série de atividades intensas realizadas em um pequeno espaço de tempo.

Por isso, as séries e repetições dos movimentos são curtas, todavia intensas. Elas são intercaladas com breves períodos de recuperação para o descanso.

A ideia consiste em proporcionar uma maior capacidade de esforço físico, fortalecendo o sistema muscular e eliminando o excesso de gordura corporal. O grande “segredo” de como emagrecer com o HIIT está na aceleração metabólica e na diminuição da necessidade de O2 para o sistema aeróbico.

Com isso, o corpo continua queimando calorias mesmo depois do treino.

Cada sessão do HIIT dura cerca de 20 a 30 minutos. Por ser bem mais rápido que os treinos convencionais, o método tem conquistado cada vez mais adeptos. Eles encontram agilidade tanto na atividade em si como nos resultados provenientes dela.

Vantagens oferecidas pelo método HIIT

O HIIT veio para ficar e não se trata de um modismo passageiro. Prova disso é que o número de ensaios acadêmicos sobre essa metodologia só aumenta, com pesquisas majoritariamente favoráveis à ela.

Além do mais, o interesse de pessoas que querem saber como emagrecer com o HIIT também é crescente. Não é para menos, ainda mais considerando a série de vantagens observadas:

 hiit

Treinos curtos, porém eficientes

Com apenas minutos por dia, são alcançados excelentes resultados tanto na queima da gordura corporal como na manutenção e definição da massa muscular.

Aceleração do metabolismo

Quem precisa se livrar do excesso de peso já sabe que o metabolismo tem papel fundamental nesse processo e o HIIT é ótimo para sua aceleração constante.

Melhoria da capacidade cardiovascular

A saúde ocupa lugar de destaque nas nossas preocupações. Nesse sentido, o HIIT supera as expectativas quanto à estética, pois também oferece bem-estar e melhora o desempenho do organismo como um todo.

Praticidade sem a exigência de equipamentos

Com a orientação adequada, qualquer pessoa pode se exercitar de acordo com os preceitos da técnica sem nem mesmo a necessidade de aparelhos ou acessórios

Fortalecimento muscular

Para quem não gosta das séries repetitivas da aula de musculação, o HIIT é uma alternativa atrativa que alcança resultados eficazes, embora as duas técnicas possam ser combinadas.

Pós treino mais ativo

Mesmo no repouso do pós treino, o corpo continua ativo e queimando calorias.

Treinos desafiadores

Em tempos de gamificação, estamos sempre buscando superar nossos próprios limites e o HIIT é excelente para esse propósito.

Como emagrecer com o HIIT

Antes de mais nada, é sempre recomendável que você procure por orientação profissional antes de aderir a algum tipo de exercício que ainda não domina. É sempre válido considerar, também, se a atividade combina com seus anseios e capacidades físicas e cardiovasculares individuais.

Depois disso, você perceberá como emagrecer com o HIIT é simples, mas demanda de muita disciplina e esforço. E é justamente aí que está a grande sacada. Acabamos nos desafiando a bater os próprios recordes e intensificar cada vez mais o treino.

Vale lembrar ainda da importância de sempre aquecer o corpo antes de começar cada treino. Isso ajuda a evitar lesões, assim como uma boa execução de cada movimento. Sem esse tipo de cuidado, o treino deixa de ser proveitoso e gera apenas cansaço.

Além disso, é preciso selecionar qual protocolo que mais se adequa a cada perfil. Falaremos mais sobre isso no tópico a seguir.

Os protocolos do HIIT

Você já deve ter percebido pela lista de vantagens que as maneiras como emagrecer com o HIIT são dinâmicas. A única constante é a intensidade dos movimentos e os intervalos de descanso, sem limitações a um tipo específico de exercício.

No entanto, estão se popularizando alguns protocolos com características básicas em comum. Dentre os mais conhecidos, estão:

 hiit

Protocolo TABATA

Foi elaborado pelo médico nipônico Izumi Tabata nos anos de 1990. Nele, são realizados 8 ciclos de apenas 20 segundos de exercícios com intensidade máxima, cada um seguido por 10 segundos de descanso ou exercícios de intensidade mínima.

Protocolo GIBALA

Desenvolvido pelo médico canadense Martin Gibala, com intervalos de descanso prolongados, mas também com um tempo maior de atividades intensas.

São 10 ciclos de 60 segundos de exercício vigoroso para 60 segundos de repouso ou atividades de intensidade mínima.

Protocolo TIMMONS

Criado pelo cientista Jamie Timmons, no Reino Unido. Ele consiste em um breve aquecimento, seguido por 3 ciclos de 20 segundos de atividades com esforço máximo e 2 minutos com exercícios suaves

Outros protocolos têm surgido e adquirido seguidores, tais como o TRAPP (60 ciclos de 8 segundos de estímulo x 12 segundos de descanso) e o WISLOFF (4 ciclos de 4 minutos de estímulo x 3 minutos de descanso), mas a premissa é semelhante à dos demais.

Assim, chegamos ao fim de mais uma publicação. Com este guia de como emagrecer com o HIIT ficou bem mais fácil de entender a técnica e colocá-la em prática, não é mesmo? Os dias das gordurinhas estão contados. Até a próxima, com mais dicas!

Não deixe de ler

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp