22 de outubro de 2018

Iron Fight

As 5 melhores fontes de proteínas para ganhar massa muscular

Investir no consumo de fontes de proteínas para ganhar massa muscular é melhor maneira de manter os bons resultados com os treinos de musculação. É por meio desse macronutriente, que o seu organismo evita o processo de catabolismo, ou seja, de perda de massa magra.

No entanto, ainda existem muitas dúvidas sobre quais os alimentos são capazes de proporcionar uma quantidade considerável de proteínas para o organismo, o que faz com que várias pessoas percam a oportunidade de manter os resultados dos treinos.

Para que isso não aconteça com você, ao longo deste post serão apresentadas as 5 melhores fontes de proteínas. Assim, a sua dieta ficará mais rica e a sua massa muscular estará protegida. Confira:

Fontes de proteínas para ganhar massa muscular: Leite

O Leite é sem dúvida uma das melhores fontes de proteína para ganhar massa muscular que existe. Assim como os seus derivados, quando consumidos de maneira natural e sem passar por nenhum tipo de processo de industrialização.

Apesar de alguns especialistas na área defenderem que o seu consumo pode prejudicar os resultados da prática dessa atividade física, existem pesquisas que evidenciam que isso não passa de um mito.

Por quê? É simples, os alimentos derivados do leite possuem uma elevada concentração de proteínas e do aminoácido L-Leucina, um dos principais nutrientes relacionados ao estímulo da síntese proteica.

Mas isso não é tudo! Ao ser consumido regularmente ele ajuda na hidratação do corpo e do ganho de massa muscular, se tornando essencial para quem pratica atividades físicas como a musculação.

Para potencializar os efeitos desse alimento, recomenda-se que ele seja inserido em uma alimentação balanceada e que seja ingerido sem a adição de açúcares, que prejudicam a ação do alimento no organismo.


fontes de proteínas

Proteínas derivadas de peixes

Isso mesmo, aumentar o consumo de peixes como salmão, sardinha, atum e cavalinha na dieta é uma excelente forma de aumentar a quantidade de proteínas do seu organismo. Além disso, eles ainda podem aumentar o teor de ômega-3, o que beneficia a sua saúde como um todo.

Devido a sua ação no organismo, esse tipo de peixe ainda ajuda na melhora a digestão e as funções intestinais, pois sua carne possui pouca fibrosidade e é facilmente absorvida pelo organismo.

Uma vez inserida em uma alimentação balanceada, os peixes citados acima contribuem de maneira significativa para o aumento e conservação da massa muscular. Ainda mais naquelas pessoas que praticam os treinos de maneira intensa e regular.

A dica aqui é que se você tem alguma dúvida quanto ao consumo desse tipo de alimento, o ideal é que procure um especialista. Ele poderá orientar melhor a forma com que esse tipo de alimento precisa ser ingerido e até mesmo preparado.

Chia como fonte de proteínas para ganhar massa

Sim, a Chia também é considerada uma das melhores fontes de proteína para ganhar massa muscular. Apesar de ser amplamente indicada para o controle da diabetes, ela possui um alta concentração de ômega-3 e de proteínas.

Assim, ao ser consumida de maneira adequada, ela não só contribui para o processo de perda de peso, como também para o ganho considerável de massa magra. Sendo indispensável para quem investe em treinos de musculação para definir o corpo.

Para aproveitar todos os seus benefícios que ela pode proporcionar para os resultados dos seus treinos de musculação, o ideal é que você consuma a semente em saladas, sopas ou até mesmo sobre as frutas.

De acordo com pesquisas, a chia possui mais de 16g de proteína em apenas 100g do alimento, sendo considerada a semente que concentra a maior quantidade desse macronutriente.

Peito de Peru para ganhar massa muscular

O peito de peru é outro alimento que não pode faltar na dieta de quem deseja aumentar a sua concentração de massa muscular. Afinal, ele possui mais de 20g de proteína em apenas 100g e pode ser facilmente incorporado nas refeições diárias.

Apesar da sua semelhança com o peito de frango, esse alimento tem um valor calórico muito inferior, o que faz com que a dieta do praticante de musculação seja mais saudável e balanceada. De acordo com especialistas, ele é uma excelente alternativa para variar o cardápio.

Uma dica para o consumo desse tipo de carne é utilizá-lo nas suas refeições principais, sendo sempre acompanhado de verduras e legumes. Se preferir, também pode ser utilizado acompanhado de queijo cottage.

A ideia aqui é não deixar de aproveitar todos os benefícios que esse alimento pode trazer para você, em especial no que diz respeito a sua contribuição para o ganho de massa corporal e para a recuperação dos músculos após uma grande sessão de treinos.

Camarões como fontes de proteína

Além de muito saborosos, os camarões são considerados grandes fontes de proteínas e de ômega-3. Isso faz com que eles sejam ideais para quem deseja não só aumentar a sua massa muscular, como também para aquelas pessoas que pretendem reduzir os seus níveis de gordura corporal.

Com uma concentração de aproximadamente 20g de proteínas para cada 100g do alimento, ele é um poderoso aliado no processo de hipertrofia. Isto é, sempre que for consumido de maneira adequada e associado à uma rotina de treinos intensa.

Para aproveitar os seus benefícios é de suma importância que ele seja consumido de maneira mais natural possível, ou seja, evite fritá-los ou empaná-los. É preciso ter em mente que a melhor maneira de consumir o camarão é com pouca gordura.

Mas atenção! Antes de incorporar esse alimento à sua dieta se certifique de que você não é alérgico a ele. Caso contrário, poderá ter a sua saúde prejudicada gravemente pelo consumo de camarões.

Agora que você conhece quais são as 5 melhores fontes de proteína para ganhar massa muscular, o que acha de adequar a sua alimentação e potencializar o processo de hipertrofia?

fontes de proteínas

É possível obter resultados significativos com apenas algumas mudanças na sua alimentação. Sobretudo quando elas são feitas acompanhadas de uma dieta mais balanceada e com a prática regular de atividades físicas.

Não deixe de ler

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp